Ocorrência

image-20240308-044341.png

 

Uso geral

Quando é preciso gerar uma sub-ocorrência durante o atendimento, e fazer uso de todo os recursos relacionados às actions das ocorrências (Enviar um webhook, e-mail, push quando a ocorrência for criada).

Criação do nó de Ocorrência

image-20240319-213851.png

Para criar o nó de Ocorrência preencha os campos conforme a imagem:

  1. Título do nó - Exibido no construtor de fluxo e serve como identificação no fluxo;

  2. Descrição - Descrição interna do nó, utilize para exemplificar o uso;

  3. Tipo - Selecione um tipo de ocorrência previamente cadastrado no cadastro de Tipos de Ocorrência;

  4. Anotação - Preencha esse campo para criar uma ocorrência já com uma anotação, lembrando que a anotação é um texto que é parte integral da ocorrência, as anotações do fluxo serão sempre publicas (visível para o usuário e atendente);

  5. Variáveis - defina o nome da variável que irá receber o conteúdo da ocorrência gerada, todos os atributos de uma ocorrência podem ser acessados por essa variável;

Pontos de entrada e de saída

 

 

O nó de Fila possui os seguintes pontos conforme a imagem:

  1. Ponto de entrada

  2. Ponto de saída - Default - saída única do nó, executado após a criação da ocorrência mencionada

Aparência

Gerar ocorrências não traz nenhum retorno visual para o usuário, a API é executada e o fluxo segue, a exibição de uma mensagem de sucesso fica a cargo do fluxo (um exemplo é exibir o protocolo gerado pela ocorrência após sua criação).

Pré-requisitos

  1. Ter criado anteriormente um Tipo de Ocorrência válido, preenchido um Status padrão e selecionado um tipo de protocolo válido;